Tuesday, November 28, 2006

solitude

Atravessar o corredor da solidão não é fácil.
Luz soturna.
Portas escuras que não se abrem.
Interminável.
O silêncio quebrado
no eco frio dos meus passos.
Previsão de vazio.

2 comments:

aninha said...

Voltei. Estamos em fase
de solidão pelo que leio.
Gosto do que escreves.
Beijo.

Anonymous said...

aqui vc descreve a solidão, e o vazio que nos presenteia a vida, de uma forma dorida...

Maria Flor!