Monday, December 14, 2009

Thursday, December 03, 2009

surto-circuito

os cravos de Jó
ou o escravo e a rosa?

Tuesday, November 10, 2009

itacaré

Andando na contramão da pegada na areia
vou indo para onde ela veio
e vindo de onde ela vai
passo a passo
o passado vai passando
o encontro vai ficando cada vez mais distante
e o presente segue firme adiante
marcado pelo tênue momento
pé sobre pé

Monday, November 09, 2009

Wednesday, November 04, 2009

boipeba

Moreré de a pé
Com a volta não arco
Vim de barco

Friday, September 04, 2009

sensação de ser

Viver nada mais é do que ser desvirtuado dos propósitos puros e belos da criação ao nos transformarmos em criaturas.

Monday, August 24, 2009

sobra de campanha

No dia que profanarem minha urna,
acharão, além de meus ossos,
mais precisamente dentro da caveira,
a única coisa que esta terra
não houve de comer.
As lentes que substituíram
a minha catarata.

Thursday, August 06, 2009

à vista

Constatada a catarata, descobriu no pedido
que o plano de saúde não cobria o exame pré-operatório.
A dúvida era: fazia ou não fazia?
Iam lhe cobrar os olhos da cara!

Tuesday, August 04, 2009

história da humanidade em três tempos.

A roda impulsionou o homem,
a necessidade fez o sapo pular,
o progresso chegou.

Sunday, July 26, 2009

Monday, July 20, 2009

teorema

A saudade ganha proporções sem tamanho
e a densidade absoluta do vácuo
quando se trata de uma cama vazia.

Wednesday, June 17, 2009

pré

às vezes eu me lembro de sonhos
de fragmentos de sonhos
milésimos de frames

às vezes as coisas me lembram sonhos
memórias antigas mesmo
coisas de antes da existência

Tuesday, June 09, 2009

9/6/9

Hoje o dia deu cambalhota.

previsão do tempo

Para você que segue o meu blog
E fica antenada a tudo que escrevo
Há de chegar o dia
Em que seu nome não mais será poesia
Mas apenas um passado remoto
Fruto perdido no tempo
Breve nostalgia.

Tuesday, June 02, 2009

casulo

Saudade daqueles tempos de mel.
Quando na saída do bar
ela me perguntava se tinha cerveja lá em casa.

Se tinha, tinha.
Se não tinha, a gente saía com uma sacolinha.

E lá a gente se embebia de tanto amor.

Friday, May 29, 2009

catatonia

De repente houve um lapso de tempo
Nada fazia sentido
Eu de cá, você de lá
- A rede caiu.

Chovia que desabava...
O pranto da saudade era muito
- Nós desacordados no tempo

Cadê você?
no cel, no tel, no net
Eu tinha que falar com você
Minutos eternos
Timeless
Minhas palavras em silêncio

Bati tambor
Minha música levada no vento
em ondas pelo temporal

Coração turbulento
Me tira do ritmo a razão
com solos de sentimento
- Chão de estrelas

Cadê você?
No cel, no tel, no net
Eu tinha que falar com você
Minutos eternos
Timeless
Minhas palavras em silêncio

Aquele dia foi o dia
O dia do nosso cruzamento
Nossas almas s’encontraram
- O encontro inevitável do intenso.

Nos encontramos
de tanto impedimento
Eu de cá, você de lá
- Tanta saudade em tanto silêncio

O encontro foi inevitável
de tanto impedimento
Eu de cá, você de lá
- Presos no tempo

Destino traçado no silêncio
Caminho mudo
Eu de cá, você de lá
- Nada de contratempo

O tempo não conta
Timeless
E estamos combinados

sabedoria na madrugada

Sabedoria é tudo.
Sabedoria é experiência atrás de experiência.
Experiência é fazer.
Experiência, só quando acontecer.
Acontecer é fato.
Aconteceu, fez, experienciou, viveu, sabeu.
Já comecei a filosofar.
Como os gregos.
Estou grogue.

Wednesday, May 20, 2009

tônus bônus ônus

A gente envelhece no físico
desproporcionalmente
ao espírito.
A carcaça acaba mais rápido.
O corpo range, o espírito sente.
Sentir é rejuvenescer.
Só quando você sente profundamente
sua caveira se enche de luz.
Eis a mocidade!
O corpo chia, o espírito sente.
A alma se lava.

Thursday, May 14, 2009

órfão

Hoje acordei desamparado.
A saudade estava longe,
o conforto sentia frio,
só a solidão estava presente.

Tudo nada azul.

Thursday, May 07, 2009

têmpera

hoje acordei com uma raiva de mel
um tempero doce-azedo
com nuances de distância
e o gosto bruto da saudade
coisas do temperamento,
simples assim.

Wednesday, March 25, 2009

lá e lá

Entrei num labirinto
Redemoinho de emoções
Becos e becos e becos
Confusão cardial
Impaciência com tantas indecisões
andança que ora desanda
andânsia
Na bússola o meu norte desaponta
Becos e becos e becos
Cadê a essência
da rosa dos ventos ?



*Publicado no Balaio Porreta > http://balaiovermelho.blogspot.com/

cada vez

Cada vez mais
Me afasto
Do nefasto

Estou farto
Me infarto
Cada vez menos

Wednesday, March 11, 2009

a rotina

A rotina é uma sábia adestradora.
Ela nos demanda procedimentos
complexos/práticos.
Enchendo a nossa vida de nada.
Hoje eu procurei o seu cheiro
nos meus lençóis.
Encontrei a lembrança.

xifópaga

Veio vestida de xadrez.
Eu só queria o xeque-mate!

Veio vestida de xadrez.
Só queria o cheque-mate.

mania de grandeza

Detesto soluço
Adoro solução

Monday, February 09, 2009

não sou sábio
nem néscio
sou cônscio
no ócio do ofício

solamente

Nascer é sozinho
A luta é sozinho
Morrer é sozinho

No momento é só.

Friday, February 06, 2009

Nos labirintos de Creta

Que mulher é essa
que me envolve com seu jeito

Que mulher é essa
que me envolve com seu jeito de falar

Que mulher é essa
que me envolve com seu jeito de pensar

Que mulher é essa
que me envolve com seu jeito de ser

Que mulher é essa

Que mulher é essa
que está por um quase

Que mulher é essa
que quase se apresenta

Que mulher é essa
que quase me espanta

Que mulher é essa
que quase se me encanta

Que mulher é essa
que quase quase

Wednesday, February 04, 2009

saída à francesa.

Cheguei cheio das possibilidades.
Voltei sem nenhum trocado.

Monday, February 02, 2009

show

Mais uma, e o bis vira tris.

Friday, January 30, 2009

às vezes

Às vezes, o trunfo é de quem proferiu a última palavra.
Às vezes, é de quem preferiu o silêncio.

Thursday, January 29, 2009

Viva o lixeiro, viva o carteiro.

Eles limpam a nossa barra
e ainda mandam notícias.

pesadelo real

Uma vida toda é efêmera.

raio x

O final da existência é triste.
O resto de vida pede viço.
Com voz rouca, trêmula.

A alma assiste a essa esmola.
O corpo é que luta.

Escoa vida a cada expiração
desde que nascemos.

O nome diz: oxida.
Respirou, oxidou.

Oxidação
Oxida a ação
- O movimento.
Trava

Aos poucos o esqueleto vai travando
uma batalha para não emperrar.

Tem que imperar.

E assim vai essa luta robótica
À flor da pele
Tendo que ser azeitada nas juntas

...À espera do tilt.

Wednesday, January 28, 2009

pour la petite française

Adorei o bolo.
Aliás, o petit gateau.
Mas um, basta.

Au revoada

Thursday, January 22, 2009

Monday, January 12, 2009

Feliz Dois Mil In Love

No quinto dia do ano novo
larguei do cigarro
de palha

Já você
você tinha se esfumaçado
um tempo antes