Friday, November 16, 2012

Homo (in)sapiens

Eu não quero saber de mais nada.
Eu não quero nem saber.

Chega de saber!

Eva deu e Adão provou
o fruto do conhecimento.
Foda-se a maçã!


Eu quero a minha ignorância de volta.
Eu quero a inocência.
Eu não quero a luz.

Friday, September 21, 2012

em tempo

Nestes dias chuvosos de verão, fique atento
para as promoções-relâmpago
de capa de chuva.

Thursday, August 30, 2012

arte&manha

manípula azeitada
conseguia tudo na medida
e no grau que desejava

manipulava

vestia a máscara
pra depois despir a farsa

Tuesday, August 28, 2012

era digital

O homem é um produto do e-mail.

Thursday, August 23, 2012

haicai

não sou nada
não sou ninguém
minguém

desencontro

esbravejou
destilou veneno
perdigotos insustentáveis

titubeou

mandou flores
na tentativa de resgatar
a primavera

Wednesday, August 22, 2012

pH7

Para palavras ácidas,
ouvidos básicos.

filosofunda

A essência é a alma da palavra
assim como a atitude
é o verbo.

Wednesday, August 08, 2012

haiku

é isso
dá nisso
e dana

Tuesday, July 24, 2012

justo
feito boca de siri
uma luva menor
a calça apertada

justo
sempre justo
pelo injusto
sofro de não caber em mim

silêncio

não tive vontade de conversar
não tenho mais nada para falar
o receio é o cristal ter trincado
e o sonido nunca mais ser o mesmo

Thursday, June 14, 2012

haiku

a camareira
na cama surta
na kama sutra

Wednesday, May 23, 2012

Tuesday, May 15, 2012

verdade histórica

Para todo vassalo, o suserano é um feudaputa.

Monday, May 14, 2012

sonho

Um dia ela sonhou comigo.
Disse que eu contava pra ela
que tinha um mapa-múndi desenhado na Lua
que era reflexo da Terra.

Ela acordou na real.
Eu fui dormir no fantástico.

Monday, April 09, 2012

Thursday, April 05, 2012

agora

Eu confundo um filme que me contam como se eu o tivesse visto.
Confundo se é um sonho antigo ou uma história que me contaram.
Confundo tudo nesse cafundó da vida.

Thursday, March 29, 2012

película

A vida rola como num filme
Mas numa outra velocidade

Às vezes,
a urgência pede aquela legenda “6 meses depois”
quando reina o suspense
ou mesmo o terror

De outras,
certas lembranças remontam a “2 anos antes”
naquela aventura louca, quando os atalhos
não foram percebidos

Mas do lado de cá é slow motion

Então, pega a pipoca e a coca
e espera passar a sessão
- frame a frame

Geralmente, o The End é feliz.

amizadem

Tenho amigudos
Tive amigursos

Friday, February 24, 2012

O POEMA É O
CHICLETE DA ALMA

MASCA-SE POEMA
SÓ PRA SI BOLAS
O GOSTO DO VERSO
NO REVERSO
DA LÍNGUA

E NO FINAL COSPE FORA

Thursday, February 09, 2012

A Lua já vai plena no céu

Branca, lúcida

Densa de significados
de todas as eras

Thursday, February 02, 2012

A vida vai sem o menor esforço
A vida leva
Fazendo ou não fazendo
A vida acontece

Nas teias

A vida tece nas veias
da morte

Wednesday, January 25, 2012

fragmentos de águas passadas

Não ouço teus versos
Não vejo teus olhos
Tua boca não me pede
Meu corpo chama pelo teu

Só a saudade me envolve.



-- o --


Perdoe meu silêncio
As palavras estão gastas
Só resta o sentimento bruto
Da saudade



-- o --


Depois que passou
veio como miragem

Agora a trama
é de sonho

Retícula translúcida
Frágil

A saudade tem esse poder:
reavivar, manter e ser insuficiente.

Tuesday, January 17, 2012

da lama ao caos

Sofro com as minorias

Elas sofrem com os olhares diretos
Com os comentários discretos
Com a repulsa velada

Sofro com as grandes catástrofes
Com os piores mistérios
Com as impossibilidades

Solitários na imensidão do caos
Vamos eu e meu planeta

Monday, January 02, 2012

Às vezes achava a vida um doce.
Às vezes uma fruta bichada que abria com as mãos.
Às vezes ardia em febre de esperança
Às vezes calafriava-se de incertezas
Às vezes às vezes, às vezes sempre.