Monday, February 09, 2009

solamente

Nascer é sozinho
A luta é sozinho
Morrer é sozinho

No momento é só.

16 comments:

Cosmunicando said...

mas a gente dá um drible nisso, né não? rs

Aroeira said...

dá sim. mas sozinho rsrs

Mara faturi said...

Mas você pode tudo ( sozinho), o poeta pode "Quase" tudo sozinho,
bjo

Aroeira said...

rsrsrs pode quase, pode tudo, pode nunca. são infinitas as possibilidades, são milionárias, mas às vezes nos levam os trocados rsrsrs

adrianna coelho said...


e ponto final!

tomara que eu não perca a viagem.

Lídia Chaves said...

Amar é sozinho também.

Aroeira said...

It depends, pode haver correspondance avec elegance, non?

Cynthia Lopes said...

Enfim, estamos sós. Vc constrói e desconstrói palavras formando versos como quebra-cabeças, muito legal.

Aroeira said...

escrever, cynthia, eu acho quié um quebra-cabeça de palavras com os labirintos das entrelinhas.

Sofia Fada said...

me lembrou de um pema meu, embora seja o oposto
"Não ando sozinho.
No caminho
levo os passos
dos meus pais,
do meu filho,
ancestrais..."
bj

LuciAne said...

Eita!
Meu querido Aroeira...que saudade!
Meu blog estava abandonado,rsss
Que surpresa boa te reencontrar!!!

Delíciiiiia ler você, sua fã!

beijosssss, acesse minha página no clube caiubi de compositores!
Ouça minhas "artes" por lá,hehehe
Eu escrevo os queridos amigos, cantam.Vou te deixar o link:
http://clubecaiubi.ning.com/profile/LucianeLopes

Érika Amâncio said...

SUBLIME! E inexplicavelmente verdadeiro...

AlmaAzul said...

Bom! O que eu ando perdendo!
Alguém escrevendo do jeito que eu gosto de ler!
Não conhecia o blog!

Ah! L.C. sou mesmo eu... ;) Obrigada.

Aroeira said...

Sirva-se, AlmaAzul. À la volonté, mademoiselle.

Henrique said...

meu professor falou essa semana (teoria crítica - Frankfurt, etc):

o libertário precisa não ter medo de ficar sozinho, pois ficar sozinho é o destino de todo libertário.

mas antes é preciso querer a própria liberdade, daí vem a solidão.

Aroeira said...

isso é filosofunda, henrique.