Monday, November 24, 2008

escritos

Escritos, escritos
Escritos por todos
os lados

Escritos escravos

Escrevinhados em papeizinhos, em guardanapos
Escritos guardados

Eu puxo e sai tudo

Escritos por todos
os lados

7 comments:

adriana monteiro de barros said...

Aroeira,
os escritos em papeizinhos são ótimos, eu também os escrevo assim mas , no fundo eles estão guardados em nós.
Parabéns pelo blog
beijos
adriana monteiro de barros

quando puder me faça uma visita
http://dascoisasqueeuãosei.blogspot.com

Pavitra said...


e tramas e dramas
surgem em azul ou vermelho
ou em outra cor qualquer
de lápis, caneta ou batom
e um poema
dividido em partes esquecidas
nos bolsos do meu jeans

Cosmunicando said...

poeta por todos os lados

Elcio said...

Ave Aroeira!
Quem me dera tivesse eu essa facilidade...n raro sofro p escrever ou escrevinhar algo...rss

É isso ai.
[ ]´s

Ignore o blog q o google mostra, o q vale é esse:

http://www.instantes.blogger.com.br/

Lídia Chaves said...

Escritos escravos do poeta!
=)

Mariana said...

tenho sempre um escrito encravado no dedão da mão...

adoro O livrão...rsrs

Liquidificador a Gas said...

Visualmente: vejo esse poema guardado, num papel meio amarelado, no fundo de uma caixa de marcheteria. Em cima de uma mesa de canto, numa casa quase vazia. Parabéns! E obrigada por outra grande "lida"!